24 de outubro de 2012

Não gosto

Estava eu sentada na estação de correios à espera da minha vez quando, uma hipotética mãe e filha, tendo a filha uns possíveis 30-35 anos, são atendidas.

Nada de anormal até começarem a espavonear.
A filha, de 30 e picos anos, loura e... com óculos de sol colocados na cara enquanto era atendida. Detesto. Detesto isso. Olhei para ela de lado e vi através das lentes que nem era cega, nem semi.cega, nem visgarolha. Portanto, era só mal educada.
Aquele tipo de pessoa mal educada que, para além de usar óculos escuros num local público onde está a ser atendida, enquanto a srª dos Ctt explica as coisas, fica de boca aberta com ar de peixe mal morto a olhar, inerte, para a mesma.
Para piorar a pintura toca um telemóvel com o som altíssimo e timbre de barraca das farturas em dia de feira. Era o telemóvel da mãe da Srª dos óculos. Ora pois bem, a senhora atende, enquanto está a ser atendida e a funcionária, com cara de tacho pois que  mais pode ela fazer não é, lá continua o que estava a fazer com o mesmo ar, mas mais camuflado, que eu, que era qualquer coisa como: "Que parvalhonas mal educadas com a mania das grandezas."
Mas isto não acaba assim.
Não era apenas o som do telemóvel que era um abuso de alto, também a voz da senhora mãe era qualquer coisa a soar o camião Tir a passar na via rápida.
"Ohhh Doutora, não se preocupe doutora!"
"Oh, deixe lá isso, amanhã falamos doutora..."
No espaço de 2 minutos deve ter dito 15 vezes a palavra Doutora.

Isto dá-me urticária, gente, Oh se dá...

4 comentários:

  1. Xiiii, passo-me com pessoas assim! Tão irritantes, com a mania que têm o rei na barriga!

    ResponderEliminar
  2. Dasss tb n gosto nada... manias grrrrrr

    ResponderEliminar
  3. Impressionante a quantidade de actos irritantes que se passaram num pequeno bocado. Como eu gosto de pessoas discretas em público.

    ResponderEliminar

Diga, diga, sou toda "ouvidos" !

Ocorreu um erro neste dispositivo

quem cá para...