30 de setembro de 2012

...pfttt...

Ser ultrapassada de  scooter (numa scooter), por senhoras já de idade que calçam chinelos de dedo e usam a tshirt das últimas eleições é... sei lá.  É só frustrante.


7 comentários:

  1. Isso faz-me lembrar algo que me aconteceu no outro dia. No metro, um senhor já bastante velhinho (menos de setentas e tais não tinha) perguntou-me qual era a estação do centro comercial onde ele queria ir. Respondi-lhe que por acaso eu também ia sair nessa. Quando saí, pensei cá para mim "é melhor ir devagarinho, para o senhor me poder acompanhar". Acrescento que estávamos numa rua com uma subida um pouco íngreme. De repente, ele parece ao meu lado, agradece-me a informação, e quando dou por ela já ia com um avanço de dezenas de metros em relação a mim, e eu quase de língua de fora com o cansaço. Pffff.

    ResponderEliminar
  2. Com o tempo tu chegas lá... vais acelerar mais, este é o período de confiança, precisas de ganhar segurança em ti.

    ResponderEliminar
  3. qualquer dia, ninguém te segura! mas vai com calma nos primeiros tempos!!!

    ResponderEliminar
  4. Ahah!
    Mais vale andares de bicicleta. Pelo menos não és tão humilhada!

    ResponderEliminar

Diga, diga, sou toda "ouvidos" !

Ocorreu um erro neste dispositivo

quem cá para...