30 de abril de 2012

geração Y?

Aqui o gabinete fica mesmo em frente a uma escola secundária. Então, aos intervalos, é certo e sabido que os putos vêm aqui para o telheiro fumar e fazer "as brocas" deles.
...E muitas vezes não se apercebem que está gente cá dentro apesar de a porta estar fechada e que se escuta tudo o que dizem.
E o que dizem é deprimente, tanto na linguagem usada, como nas atitudes e até nas vestimentas. A sério. Só na semana passada foram n os tesourinhos deprimentes que vi/escutei daqui, desta mesma cadeira de escritório.
Uma miúda com não mais que 14 anos que saiu das aulas, encostou-se aqui à parede e era escutar bocas: "Comia-te toda", "que pernão". Fui a ver quem era a  geradora de tais elogios "glamorosos" e até fiquei especada. A rapariga tinha um vestido que deixava ver a dobra da "nalga" se é que me faço entender e um decote de fazer inveja à Angelina Jolie e estava ali assim, num dia de aulas, às 16h da tarde, encostada. Parecia uma puta. Duvido muito que os pais a deixassem andar assim na rua e fiz o filme da miúda que sai de casa com uma roupa e a troca  numa casa-de-banho qualquer.
Depois, juntaram-se aqui mais uns seis, rapazes e raparigas. Em cada 5 palavras uma era asneira. Uma dizia que não ia fazer os trabalhos de casa porque não gosta da vaca da professora e outra dizia "dá-me majé cigarros". "Vamos faltar às aulas"... Eram miudinhos e pitas que ainda nem borbulhas na cara tinham. Mas já falavam que iam se embebedar todos na Queima para a semana.

Graças a alguma educação, nem todos os miúdos são assim, porque isto é triste. E apavorante.
Para não falar destas atitudes inteligentes. "Heyy vamos nos cortar todas! Somos buéda fixes! Amigas forever!"´
Devem ser tão amigas, tão amigas, que se uma tivesse sida e tivessem usado todas o mesmo x-acto COISA DE QUE NÃO ME ADMIRAVA NADA, eram meninas para ser amigas até na morte não é... Pelos vistos esta foto é de um Hi5 de umas meninas madeirenses. Mas disto há em todo o lado. QUE GENTE BURRA.

13 comentários:

  1. São os direitos conquistados pela juventude com o 25 de Abril...

    ResponderEliminar
  2. esta foto deixou-me de boca aberta, isto é verdade? É que é estupidamente assustador, pensar que miúdas se cortam para provar a amizade.
    Relativamente às roupas, acho que também têm uma ajudinha das marcas, entras em qualquer loja para teenagers e as opções parecem para malta adulta. E depois caem em exageros, como este fim de semana que conheci uma miuda e quando falávamos em idades eu dava-lhe na boa uns 28 anos e a pequena tinha 20, mas estava tão carregada de maquilhagem e tarecos que tinha um ar super pesado. Mas ficou feliz por eu a achar mais velha. 8 ANOS MAIS VELHA. LOLOLOLOL

    ResponderEliminar
  3. No meu tempo queria era brincar e nao fumar

    ResponderEliminar
  4. Ai Valha-me Santo António!! Eu tenho que confessar que hoje em dia fico de boca aberta a olhar para aquilo que as miúdas vestem e a imaginar-me a sair de casa naqueles preparos... é que era certinho que nem punha o pé na soleira da porta. Das duas uma ou os pais não se importam..porque é mais fácil deixa-las comprar e usar aquilo que elas querem do que lhes dizer que não. Ou então trocam mesmo de roupa. Isso na minha terra não dava, terras pequenas, haveria logo de ser descoberta!! ehehe.
    Essa coisa de se cortarem então deixou me boquiaberta!! Será que é inspiração das cenas de vampiros? Só conhecia isso de distúrbios mentais que levavam à auto mutilação!

    ResponderEliminar
  5. Mesmo assustador.. a linguagem que usam, as roupas, o comportamento, acho que é impossível os pais estarem atentos a estes adolescentes..:)

    ResponderEliminar
  6. Nos todas ja passamos pela juventude e eu mesma fumei e bebi mas acredito que as coisas eram bem mais calmas.
    Acho que estamos a viver tudo aquilo que foi "plantado"
    acredito piamente nisso.
    A juventude e assim que os pais e a sociedade os criou assim.
    Aqui entao e de morrer....acreditem.

    ResponderEliminar
  7. Esta juventude chegou 38 anos depois do 25 de Abril. Não tem nada a ver com o 25 de Abril. Tem a ver com a falta de valores e de educação. Pais ausentes e mal formados não podem dar o que não têm! É fácil pôr a culpa nos outros, mas a educação dá-se ou não, em casa.

    ResponderEliminar
  8. Esta juventude em vez de crescer e mudar está a regredir completamente e isso verifica-se nesse tipo de atitudes e de muitas mais que eu vejo no liceu onde ando. Mas na minha escola para mim a culpa é mesmo do facto de ser um liceu e ter 7º,8º e 9º anos onde as crianças, que é mesmo isso que elas são, vêem os disparates que os ''grandes fazem'' e o ''fixe é imitá-los''

    ResponderEliminar
  9. A adolescência é, de si, uma altura muito parva e cruel da vida do ser humano. Se se dá demasiada autonomia a adolescentes, o resultado não pode ser bom.

    ResponderEliminar
  10. Gostei do post mas realmente faz pena esta juventude. Não sei a tua idade mas penso que somos da mesma geração e no nosso tempo não havia esta parvoice.
    Adorei o blog e vou seguir
    Beijo charmoso e visita o meu blog neste feriado pois tenho post novo

    ResponderEliminar
  11. Não resisti a meter a colherada. É degradante e triste assistir ao declínio de alguns pré-adolescente, sem que alguém os possa acudir e ajudar a despertá-los à realidade. A fotografia é triste, mas era escusado referires à naturalidade dos visados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olás Margarida! Pois, de facto a foto vem conotada (e foi retirada do Anti Pitas se não estou em erro, e lá citavam a fonte original.) Mas claro que escrevi em frente que aquilo era só um exemplo pois de facto há em todo o lado... infelizmente, em todo o lado. Fico triste om a juventude, a verdade é que "nós" também fazíamos as nossas parvoíces mas não chegavam a tanto.

      Eliminar
  12. Exacto, infelizmente existe em todo o lado! Agradeço o teu esclarecimento. :)

    ResponderEliminar

Diga, diga, sou toda "ouvidos" !

Ocorreu um erro neste dispositivo

quem cá para...