26 de janeiro de 2012

à poRta

O meu amor já me deu hoje nas orelhas como gente grande. Telefono-lhe para lhe contar a seguinte situação:
"Estava eu no gabinete a ter uma reunião com um comercial, a falarmos de umas novidades nuns painéis solares etc. Batem à porta. Apesar do gabinete ser uma sala ampla, tem um pequeno dente não totalmente visível da porta de entrada e então não se via a pessoa com quem eu estava. Toda aquela fachada é de vidro e estranho a pessoa pois não a conheço e não me lembro de ter marcado nada com ninguém. Abro a porta e era um comercial da optimus. Diga-se de passagem com um bocado de mau aspecto para alguém que supostamente estará a tentar vender um serviço. Dou as boas tardes e recebo... à porta, não convido a entrar, aliás como faço a todas as pessoas que aparecem sem aviso prévio e que eu não conheço. O sr pergunta-me se tenho a optimus fixa, se quero ver. Eu digo que por acaso até tenho e que portanto não será necessário ver. E o senhor vai-se embora. Volto para a mesa ter a reunião e, cinco minutos depois aparece o mesmo senhor com mais dois rapazes igualmente com aspecto duvidoso! Mais uma vez denota-se que querem ser convidados a entrar (até porque estava a chover), mas tal não acontece: "Ah era para saber mesmo se tem a optimus, é que temos um bom pacote etc".
..."sim eu tenho a optimus negócios, não preciso de ver nada."
Entretanto o senhor que estava comigo, corpulento e que faz 4 de mim, levanta-se por um motivo fictício qualquer para apanhar um livro. E eles despedem-se e vão embora."
Epah eu não quero fomentar nenhum tipo de racismo por aparências mas... que tinham mau aspecto tinham! E se eram mesmo na realidade vendedores não estavam no bom caminho para o parecerem..."
Acabo de contar isto ao meu amori e só ouço:
"Mas tu és doida! Abres assim a porta a estranhos! Podem te matar e ninguém dá por ti nessas horas! Podem te bater, te assaltar, não tens nada que abrir a porta, pareces doida!! E se não tivesse aí o senhor sabe-se lá o que podia acontecer! Isso não é um shooping onde existem sempre pessoas a passar!E... e coiso e coiso e coiso!!!"
Xiça Penico!
...mas sim, ele tem razão.
(Mas às vezes torna-se difícil de se fazer isso. É um estabelecimento de atendimento ao público... nem sei como faça as coisas. Isto anda tudo tão mau que tenho medo de abrir a porta a qualquer pessoa. Sério.)

3 comentários:

  1. Maria,
    todo o cuidado é pouco, mas se fores como eu, ainda confio nas pessoas... bj**

    ResponderEliminar
  2. Hoje em dia todo o cuidado é mesmo muito pouco...

    ResponderEliminar
  3. Não há nada pior que os comerciais das telecomunicações e audiovisual...arre para os moços! Odeio quem aparece sem marcação e comigo levam logo com um não estamos interessados!
    Mas isto é a trabanca do zé ou quê?! Arre.,..

    ResponderEliminar

Diga, diga, sou toda "ouvidos" !

Ocorreu um erro neste dispositivo

quem cá para...