31 de janeiro de 2012

fodilhÃo PerNinhAs

Tenho um tio a quem eu chamo "fodilhão perninhas". 
Sim, tem a sua razão de ser. Ele deve ter mais filhos espalhados sozinho, do que aqueles que eu e o meu irmão possivelmente vamos gerar somados.
A sério. Os seus 48 anos (que parecem 35), já lhe deviam ter dado juízo para saber o que é que são preservativos. Ou, que possivelmente bolivianas, brasileiras, angolanas e meretrizes que se metem com ele da noite para o dia, não deve ser mesmo pelos seus belos olhos. Digamos que seja mais pelo dinheiro e pela nacionalidade adquirida.
Pois bem, que eu saiba, já tem 3 filhos (meus primos), por aí algures. Fora os que eu não sei. Apenas um está com ele (era filho de uma portuguesa que vendia o corpinho nas boates, e assim sendo, como a criança não tem culpa, ele ficou com ele). 
Ainda se chegou a casar com uma boliviana que o deixou passado duas semanas do casamento (viva o amor!). 
Agora, o mais recente, é ter tido uma filhota com uma rapariga brasileira que é 4 anos mais nova que eu, e que já tem um filho com 8 anos, com quem mora lá pelas Suíças. 
Como podem imaginar, é sempre giro quando a menina vem cá a Portugal com a ranchada dos filhos (prefazem então três ), e a minha avó começa a perguntar-me, a mim. quando é que eu e o meu amori temos filhos e eu digo:
"Não me parece... só depois dos 30 "e-e não sei"... primeiro é trabalhar e passear muito por esse mundo fora."


2 comentários:

  1. O que eu acho pior nito tudo é o teu tio não ter em atenção a segurança.

    ResponderEliminar
  2. ahahahaahahhahahaahha desculpa mas fodilhão perninhas é demais!!

    ResponderEliminar

Diga, diga, sou toda "ouvidos" !

Ocorreu um erro neste dispositivo

quem cá para...