31 de janeiro de 2012

ai...ai... fung fung

Hoje a febre e a constipação, deram cabo de mim de noite. A cabeça latejava e o nariz pingava. Às dez estava na cama, vestida com o fato-treino e meias grossas e a ver o Elo mais forte, coisa capaz de me dar vómitos tal era a velocidade com que o Pedro Granger virava o pescoço. Emborquei dois cêgripes às 19h e às 23h já estava a tomar mais dois, chama-se a fase do desespero. O gato veio fazer-me companhia e aquecer-me os pés. O meu amor foi jogar futebol, e à 1h da manhã já estava ao pé de mim. Quando ele chega sinto-me sempre mais confortável e mais mimada, é um efeito de segurança por assim dizer. Adormeço e começo a transpirar como gente grande, acordo... dá-me na telha que tenho que fazer a cama porque aquilo está tudo embrulhado... Volto a deitar-me e adormeço e passado uns tempos acordo com ele a falar comigo porque eu estou a falar enquanto durmo entre palavras e gemidos. Volto a adormecer e sonho com coisas descabidas. Bahhhh.... e vir trabalhar às nove. Snif, estou toda rota.

1 comentário:

Diga, diga, sou toda "ouvidos" !

Ocorreu um erro neste dispositivo

quem cá para...