6 de janeiro de 2012

cOntAs

A namorada de um dos moradores do nosso andar costuma ir lá passar todos os fins-de-semana com o namorado. Ultimamente, dia sim dia não, também vai aparecendo pela semana. Ninguém vai muito com a cara dela. Tem dias em que ela toda à campainha, uma pessoa vai abrir a porta e ela nem ai nem ui! Se não formos nós a dizer com ar de cinismo indignado ela nada diz, Impressionante! Pois bem, ali as contas são a dividir por todos, os residentes e as namoradas que acabam por ser residentes. Pois bem, o gás (uma botija), dura para 12 dias certinhos para o nº x de pessoas. (Já com a margem dos fins-de-semana que ela vai). A verdade é que agora vai mais vezes e, mesmo assim, nunca se chegou à frente para entrar em contas! Nada! O gás vai acabar. Espero que ninguém a avise. 
Sério... No inicio dos inícios em que tomava lá banho às vezes, deixava uns euritos  no pote das contas (e avisava), acho que é de bom senso e as pessoas ficam contentes.

ps: toda a gente já teve este tipo de situação não é? Viver em comunidade sucks.

3 comentários:

  1. Só que já passou por uma experiência dessas percebe a questão de viver em comunidade. Vivi durante 5 anos numa casa com mais duas moças e era uma tranquilidade, tirando pormenores com as limpezas (em que eu tive de ensinar literalmente como se fazia)nunca houve qualquer problema! Mas ainda assim, eu entendo-te! :)

    ResponderEliminar
  2. oh maria..se tu soubesses...viver em comunidade neste momento é o meu pesadelo. um dia destes conto tudo no meu blog (só de pensar já me sobe a raiva!!)

    ResponderEliminar
  3. Na faculdade vivi com 2 rapazes, uma vez a namorada de um deles veio passar uns dias e usou o meu gel para a cara e depois pos agua como se eu não visse. óbvio que comeu, usou o gas e água e ainda entrou no meu quarto par aimprimir palhaçadas... Fiquei fula.

    ResponderEliminar

Diga, diga, sou toda "ouvidos" !

Ocorreu um erro neste dispositivo

quem cá para...