27 de dezembro de 2011

aS eX's

A propósito de uns temas aqui da minha dear S*
Acho impossível, a nossa veia feminina não ter um pico de curiosidade pelas "ex's" dos nossos respectivos. Eu tenho! (Vá, tive...) Mas, como falamos bastante, ele ia-me contando coisas dela, a "última oficial" e de outros casos que teve. Eu acho saudável isso. Não existiu uma sessão da tarde de "olha vamos ver fotos dela", não , nada disso, mas quando por casualidade ia às pastas de fotografias e lá aparecia uma ou outra, mostrava-me, falava, dizia o que foi esse evento. Não tenho ciúmes dela por causa dessa abertura por parte dele. E porque nunca a vi na minha vida. Se procurei sinais dela? Sim. 
Perguntei-lhe se ela tinha facebook, mas parece mesmo que não tem nem é (era), muito ligada a essas coisas. Pergunto-me se será que alguma vez ela teve curiosidade em saber quem é a namorada do ex-namorado dela. Eu teria. Teria e tive, porque "habemos faces", e sou amiga do meu ex. Não somos "amigos íntimos" de gargalhadas e copos, nada disso, mas somos amigos cordiais que sabem perfeitamente os limites e acabam por ter confiança em "se continuar amigo" sem nunca passar o limite do "ela/e namora agora" e, muito menos, irmos dizer coisas horríveis para os actuais companheiros. Sim, porque muita boa gente é capaz de andar a chatear as namoradas e namorados dos ex só porque sim... e isso não se faz. 
A curiosidade é uma coisa saudável!
Se já tive ciúmes do meu namorado? Claro que já! Mas tenho a cabecinha e coração no sítio (certo) e confio muito nele. (E não sou moçoila de peixeiradas minha gente.)

5 comentários:

  1. Confesso que tive ciúmes da "ex" do meu namorado no início da nossa relação... Ele tinha demasiadas coisas "dela" para o meu gosto. Hoje em dia, mais de 10 anos passados, não me aquece nem me arrefece. No geral, concordo com tudo o que escreveste, quando há abertura suficiente vamos percebendo o nosso lugar e o nosso espaço, não estamos a ocupar o lugar de ninguém... estamos a ter o nosso!

    ResponderEliminar
  2. Há uns tempos o namorado estava a esvaziar a carteira velha... e lá perdida no meio dos papéis do tempo do arroz de quinze estava uma fotografia da ex-mulher. Ai isso custou! Dar-lhe uma cara, ver como era, mesmo que de relance, custou.

    ResponderEliminar
  3. Não podia concordar mais! É completamente normal e saudável esse tipo de curiosidade, desde que não seja doentia (sim porque sabemos bem que há pessoas que abusam...) eu sou como tu, mas confesso que sou um bocadinho mais ciumenta =P

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  4. é o tema do dia em vários blogs... eu tb tive e ainda há momentos em que fico insegura, mas no geral confio bastante no que criamos os dois!

    ResponderEliminar
  5. todágente tem curiosidade sobre o alheio, mesmo que esse alheio seja associado a "algo0" que agora é nosso.
    todágente :)

    ResponderEliminar

Diga, diga, sou toda "ouvidos" !

Ocorreu um erro neste dispositivo

quem cá para...