7 de setembro de 2012

confianças a mais, não.

Não há nada mais sensual (not), que:
Estarmos a almoçar a bela da sopa de cenoura e uma salsicha panada e reparar num tipo que nos está a micar enquanto ele também almoça.

Não existe nada mais erótico que verificar que o tipo pensa que está a fazer uma grande entrada (not), enquanto não desvia o olhar e mastiga a baguete de pasta de frango empurrada pelo fino, de boca aberta para nós.

Detesto ser observada assim. 
E detesto ser observada enquanto estou a comer, por mais cuidadosa que possa ser. Não gosto.  Fiz o meu ar de "óh-tenham-dó-de-mim-rás-ma-parta-aturar-labregos", e foquei-me no jornal de papel sem desviar a atenção. Como tenho uma visão periférica excelente, lá vi a tshirt vermelha passar para a esquerda e para a direita, sem eu nunca levantar o olhar. Depois, acabei, levantei-me e aí vai ela sem olhar para trás. 

Não, não é mania da perseguição. Infelizmente existem psicopatas em muitos lados capazes de seguir mulheres que se passeiam/trabalham, sozinhas. E já me ter acontecido 3 vezes (ser seguida e abordada), é o suficiente para não abrir brechas com as confianças.



4 comentários:

  1. Ver um homem a comer de boca aberta é motivo para fugir a sete pés.Também detesto ser observada, credo!

    ResponderEliminar
  2. Oh meu deus. Também detesto que olhem para mim enquanto estou a comer.

    ResponderEliminar
  3. Ai que imagem sexy... só de imaginar aquela paste de frango a escorrer pelo canto da boca... uhhhhhh... parece um sonho!

    Lol

    ResponderEliminar

Diga, diga, sou toda "ouvidos" !

Ocorreu um erro neste dispositivo

quem cá para...