21 de março de 2012

tRisteZas...

Tenho noção que meia volta me actualizo acerca da política (mais europeia e menos mundial), mas não consigo  entender. Tenho uma vontade imensa de pedir que tenham a gentileza de fazer uma livro intitulado "A situação económica de Portugal para Totós", com direito a capa e lombada amarela inclusive.
Existem muitas coisas que não consigo compreender.
Afinal de contas devemos dinheiro a quem? E porquê? Quanto? ...O porquê é o que mais me intriga. 
Porque é que as autarquias são quem deve mais?
Porque é que pagamos segurança social a quem não quer arranjar emprego?
Porque é que pagamos segurança social a ciganagem que tem filhos só para receber?
Porque é que os hospitais devem?
Porque é que Edps e PTs são chamadas ao caso?
Porquê? Porquê é que basta estar uns anos na política para se receberem reformas vitalícias se isso não acontece com os outros empregos? Porquê é que essas pessoas se arranjarem outro trabalho continuam a receber reforma? Não sou contra as grandes empresas privadas pagarem ordenados mega-milionários aos seus gestores. São privadas, que façam o que quiserem, mas e as públicas?
Porquê é que temos que pagar scuts, portagens, selo de carro? Que impostos são estes?
Porque é que privatizamos se não existe concorrência entre empresas?
Porque é que se eu não pagar a segurança social e irs ao estado até ao dia 20 de cada mês, pago um balúrdio de multa e estes grandes não pagam nada?
Peço com sinceridade que por aqui alguém me explique como se fosse muito burra. Isto tudo porque estou desde as 17h vidrada da Sic notícias e só me apetece chegar a casa, fazer as malas e fugir daqui. 
Mas que raio é isto de dívida da RTP? Um canal de televisão...! Onde estão os nossos economistas formados? Porquê é que a Grécia, notoriamente gerida em máfia não paga e bate o pé e lhe é perdoada dívida?
A sério. Eu sei que alguns de vocês percebem destas coisas... Expliquem-me mesmo ou aconselhem-me um livro. 
Tenho uma pequena empresa e agora que arrisquei digo: Não façam empresas... não compensa. Obrigado.

5 comentários:

  1. sustentas pançudos, a vida toda! isso deixa-me danada!

    ResponderEliminar
  2. Existem alguns segredos que é melhor começares a ponderar acreditar porque não é conspiração mas sim a verdade.

    Primeiramente, o dinheiro não pertence ao estado.
    Quando ouves falar em Illuminati, atenção ao que vou dizer, não é os Illuminati da Mitologia que conhecemos. São 13 Famílias mais poderosas do mundo.
    Estas famílias controlam os bancos em todo o país. E das mais poderosas existem os Rockefeller.

    Também conhecidos como a Fundação Rockefeller.
    Estas famílias juntam-se a 900.000 chaves em hotéis de luxo e com todos os presidentes de todos os países, e quando isto acontece dá-se o nome de Grupo Bilderberg, fecham-se a sete chaves para discutir sobre o mundo e nunca dizem nem uma palavra sobre o que planejam fazer.

    Como para explicar isto é muito começo pelo menos por dar-te os nomes das 13 famílias mais poderosas:
    1. Rothschild
    2. Rockefeller
    3. Du Pont
    4. Mellon
    5. Hilton
    6. Carnegie
    7. Morgan

    A segunda, que é a que estamos a falar controla 70% do dinheiro e os outros 30% são as pessoas, que movimentam o dinheiro.

    E existe um banco central que foi o primeiro dos primeiros bancos, adorava dizer-te o nome, mas infelizmente agora deu-me uma branca ahah

    Bem, pelo menos sabes agora onde vai o dinheiro, e agora vamos Á CRISE.

    O que se passa?
    Os Illuminati têm planejado um colapso financeiro mundial que fará uma grande depressão internacional. Eles criam a crise para depois poder "salvar" a economia, através dos bancos para criar uma nova economia global.
    Meio de manobra: Grandes bancos, instituições financeiras
    Por que meio? Acções e taxas de juros.

    A maioria das pessoas fica em débito com o governo federal
    Através do quê? Através do banco e do crédito de dívida de cartão.

    Os governos recuperaram odas as dívidas imediatamente, mas a maioria
    das pessoas não serão capazes de pagar e vão chegar á falência.
    O que isto gera? Um pânico financeiro generalizado, que ocorrerá simultaneamente em todo o mundo.

    Isto já se falava á alguns anos atrás e quando eu me ria a dizer que eram conspirações sem sentido, agora faz todo o sentido.




    Basicamente, os governos e a família rockefeller querem-se livrar das suas dívidas e das dividas em todos os países e organizar tudo isto e desfazer disto para mais tarde criarem então nova economia global.
    Agora, o seguinte, não penses que se irão preocupar com todas as pessoas do mundo, são egóistas e cobardes, e fazem tudo nas nossas costas, e deixam as pessoas com perguntas como as que tu tens.
    Mas atenção, o estado militar também estão dentro disto. Eles têm tudo pensado
    Não adianta irem fazer guerras com o país, porque o estado militar está a dar também o golpe, nunca vos irão apoiar, e quanto mais o pânico se gera, mais os militares estarão aí para vos parar.
    Conclusão: Vai haver muitas mortes, muitas pessoas vão entrar em pânico. Esta é a verdade. Se as pessoas souberem do que realmente se trama atrás daquelas portas (até os nossos presidentes vão, obviamente, o passos coelho mal sabia o que lhe esperava a culpa nem é dele, vai ser sempre de quem estará no cargo geral, só uma pessoa que realmente se nege a fazer algo, é excluída do cargo, como Kennedy foi. Morto. Quando se tenta contar a verdade, alguém saí mal da história. Mas felizmente mais pessoas em todo o mundo estão a espalhar as notícias, e pode ser que em vez de agirmos contra os politicos, agemos contra os bancos e contra estas famílias. Agir contra o Politicismo não ajudará em nada. E nunca vamos estar seguros com os polícias, achamos que eles são parte da justiça? Enganem-se. Mas eu já disse, os polícias são pessoas, não sei como se deixam comprar por dinheiro, e descem com a dignidade.

    Quando o mundo começar a ver realmente o que lhes espera, já estará em minúria, e vamos ser poucos para a troca espalhada em todo o mundo que eles têm. Eles gerem-nos como bonecos de voodo.
    E quando o mundo estiver em minúria vai se arrepender de não acreditar nos tais ditos illuminatis que tanto se fala, e tanto se goza!

    ResponderEliminar
  3. Mas digo-te mais uma coisa, a vida é demasiado curta para a quereres deitar fora, e demasiado valiosa, e não vai ser ninguém como nós, pelo simples facto que é "poderoso" que nos vai proibir de a viver! Tem que se lutar, mas não é lutar com o nosso país, com estátuas e fazer cartazes. É lutar sim contra essas grandes tropas que andam aí fora que achamos que podemos confiar para marcarmos a justiça. Não há justiça.

    Vive querida, vive!

    ResponderEliminar
  4. http://www.facebook.com/photo.php?fbid=353546684688129&set=a.174219042620895.37843.174180702624729&type=1&theater

    ResponderEliminar

Diga, diga, sou toda "ouvidos" !

Ocorreu um erro neste dispositivo

quem cá para...