24 de fevereiro de 2012

RegRas dos hoMens

Na GQ do mês de Fevereiro/Março, vinha um artigo bastante interessante e sincero. (Sim, é uma revista masculina, mas é bastante boa e ler nunca é demais).
Assim sendo o my love ia-me lendo em voz alta os "69 Mandamentos do Homem" de Tony Sparson, aliás, os que deveriam ser. Tenho a dizer que está tudo muito bem concebido, bem melhor que algumas revistas de treta femininas.
Um deles era qualquer coisa como:
"Evite chatear-se ou dar demasiada importância a simplesmente com 3 coisas e terá uma vida bastante melhor:
- Irritar-se com o choro dos bebés dos outros..."
- Irritar-se com maus condutores.
- (esqueci-me do terceiro, mas assim que me recorde coloco aqui.)
Ao que me ri pois o meu namorado nestas duas começa a ficar com nervoso miudinho! No avião de Londres para o Porto, apanhamos um menino com os pais que chorou, possivelmente, a viagem toooda. Os pais já deviam estar saturadíssimos da criança que já não se "importavam muito", sendo que as pessoas do banco ao lado é que faziam teatrinhos e caretas para a dita criança se rir e acalmar. Mas mal parava o teatrinho começava o berreiro. My love já respirava fundo, já bufava. E eu dizia: "nunca se sabe o que nos pode calhar na rifa...". Depois, passados dias, aconteceu o mesmo num restaurante durante o nosso "jantar especial". A criança berrava como se lhe estivessem a cortar um dedo, era ...incómodo a valer.
Com os condutores, sim passa-se! Mas eu também! Fico doiiiiida quando estou para entrar às 9h e apanho condutores a 30km/hora na zona de Celas, como se fosse domingo e andassem a ver as montras de carro. Dá-me mesmo um fanico mental.
E vocês? Como reagem nestas situações?

5 comentários:

  1. dei uma vista de olhos ao teu blog e devo dizer-te que gostei bastante! tens aqui assuntos interessantes e estou a seguir-te (mais vale tarde que nunca não é?)
    quanto a este post o meu namorado é igual, mas num estado realmente extremo , passa-se!LOL
    kiss kiss

    ResponderEliminar
  2. Também me passo, mas evito fazer cenas (conto até mil,rogo-lhes pragas, chamo-lhes todos os nomes de que me lembrar), mas tudo dentro de portas...há cada vez mais malucos a conduzir e tenho ouvido histórias de vidas que se desgraçam por causa de escaramuças no trânsito. E a verdade, é que não vale mesmo a pena!

    ResponderEliminar
  3. Qualquer uma destas coisas irrita-me, se bem que tenho noção que muitas vezes é impossível controlar o choro das crianças. Agora, gente que às 8 da manhã está a andar a 30km/h tira-me do sério!

    ResponderEliminar
  4. nas crianças tento abstrair-me porque muitas vezes os pais não podem fazer muito (outras podem e não fazem!!!!).
    com os condutores a 30km/h só penso, mas porque é que eu fiquei mais 5 min na cama?! se tivesse saido mais cedo de casa, não o apanhava!

    ResponderEliminar
  5. Eu sei que as crianças são impossíveis de controlar, e se há pessoa que não quer ouvir o choro/birra do filho é o pai/mãe, mas é realmente incomodativo principalmente o choro aflitivo. Mas, para mim, pior do que isso tudo, são aquelas pessoas que não se assoam quando precisam simplesmente porque não. E vai de inspirar ruidosamente de minuto a minuto.*

    ResponderEliminar

Diga, diga, sou toda "ouvidos" !

Ocorreu um erro neste dispositivo

quem cá para...