20 de fevereiro de 2012

Bitch

Na noite de sexta-feira saímos com o grupo habitual por Coimbra pensando que iriamos encontrar pessoas mascaradas e alguma animação de rua. Pois bem, não sei se com vocês se passou a mesma coisa mas, a "fatiota" que mais encontrei foi a putéfia, vulgo "bitch". Mas afinal não, parece que as meninas actualmente se vestem mesmo assim:
- Com um frio de rachar e a usar mini-sais que mais parecem cintos, ou então com "shortinhos" e meias de vidro.
- Com camisa curta ou com decote aberto deixando as prateleiras à mostra e,
- Com saltos de dez centímetros.
Não percebo esta imagem do "estou aqui pronta a ser comida". É o que dá a entender. Não percebo estas miúdas que parecem ter entre 15 e 20 anos. Acho que nunca deixaria uma filha minha sair assim à rua. Mas a verdade é que parecem cogumelos. Todas as miúdas andavam assim vestidas. Todinhas. Então imagino as mesmas, bebadas, em cima daqueles saltos. A vomitarem-se. Com o rabo à mostra. Com as mamas à mostra enquanto estão agachadas na praça.
Depois penso em como é que conseguiriam fugir caso algum violador as apanhasse numa esquina.
Ainda pensei que seria eu que estivesse a ser demasiado "conservadora" mas, pelos vistos não, pois os rapazes do grupo pensavam da mesma forma.
Meninas, vocês não se apercebem que parecem oferecidas/fáceis/tolas, por andarem nesses preparos? A sério, pouca roupa não é sinónimo de classe e muito menos de inteligência. 

10 comentários:

  1. Há uns anos, por esta altura, presenciei uma cena do género em Londres!
    De noite, nós cheios de frio e as miúdas a saírem do carro dos pais de mini saia, decotes gigantes e sandálias (com os dedos já roxos!)! Desde então esse triste fenómeno proliferou por cá...não entendo o que lhes vai na cabeça, nem entendo os pais delas :s

    ResponderEliminar
  2. Se fosse só em Coimbra... É assim em todo o lado! É péssimo

    ResponderEliminar
  3. Engraçado que por aqui em Lisboa nestes dias não tenho visto nenhuma em estilo "bitch"... :S Até gosto do estilo da roupa da fotografia, excluindo os saltos altos, que naquele contexto visual aí sim as tornam um pouco "bitch".

    ResponderEliminar
  4. Será que se cheira um pouco de inveja ?
    Se as jovens não gozam agora, quando gozarão?
    Sou de acordo com imites, mas alguns dos aspectos referidos têm apenas questões de gosto envolvidas.
    E concordo que algumas não têm o look com mais classe, porém a sua linguagem e escolha de palavras sugere que também não está muito longe do mesmo grupo social.

    ResponderEliminar
  5. Caro Anónimo (de Almada?Setúbal...?).
    Claro que são "gostos", daí estar na etiqueta "opiniões".
    Não é inveja porque felizmente fui "abençoada" com um bom corpo, uma boa carinha e um bom cérebro. E estimo e alimento ambos com saudinha "mente sã em corpo sano".
    A minha linguagem, mesmo que ofensiva, ao menos está correcta e sem erros ortográficos. Pelo menos propositados ao contrário do que vemos dessa geração de chamadas "pitas" e "emos" vá.
    Para além disso, no meu blog, escrevo o que quero e dou as opiniões que quero. Saliento também que eu aproveitei ao máximo tudo (e aproveito), sem ter necessidade de andar a mostrar as mamas e as pernas a meio mundo. Sim, também apanhei as minhas borracheiras de caloira e outras, mas, "no acto de vomitar" não ficava nua em praça pública. Ah, e o meu grupo social, é o que trabalha e o que subiu a pulso com o meu trabalho. Pronto. Mas seja bem-vindo a expressar a sua opinião. um bem-haja.

    ResponderEliminar
  6. concordo em pleno com isto.hoje vemos miúdas com os seus 15 a tentarem passarem-se por mulheres. quando chegar a maioridade e à idade de realmente se portarem como tal, já estão "cansadas" de o fazer. aproveitar a vida sim, mas não vamos cá querer a adolescência/juventude toda de uma vez

    ResponderEliminar

Diga, diga, sou toda "ouvidos" !

Ocorreu um erro neste dispositivo

quem cá para...