14 de dezembro de 2011

o gaTinHo...

Às vezes tenho inveja do nosso gato. A vida dele é maravilhosa. E pensar que foi encontrado bebé dentro de um saco de plástico na rua e com uma pata aleijada. Agora, com 1 ano e meio, está grande, brincalhão e saudável. Vem dormir sempre à nossa beira, na cadeira do meu amor ou mesmo no meio de nós. Quando não queremos ser incomodados, frequentemente e ainda bem, ele fica no quarto dele onde tem todos os brinquedos . Mas basta um de nós ir à WC a meio da noite que ele logo se escapula para a nossa cama e lá fica, aos pés, do estilo cãozinho. Recebe miminhos, festas, come bem e dorme muito. E, habitando aqui mais pessoas nesta casa, é bom saber que só a nós é que ele vem receber à porta quando pressente que estamos a subir as escadas. Um mimo quente para o coração este gatinho.

1 comentário:

  1. Quem gosta mesmo de animais só os consegue tratar muito bem. Quando eu tinha a minha cadelinha, a famosa Lassy que não passava de um caniche arraçado de qualquer coisa, era mais bem tratada que muitas crianças que conheço! A minha mãe costumava dizer "ainda falam de forma depreciativa de vida de cão! Quem me dera ter a vidinha deste cão!!"

    ResponderEliminar

Diga, diga, sou toda "ouvidos" !

Ocorreu um erro neste dispositivo

quem cá para...