15 de dezembro de 2011

Consultório Cerebral (1) - o telemóvel dele

Ter um blog não conhecido no nosso meio é muito, muito bom. E vou fazer os possíveis para ficar no anonimato nesse círculo.
Mas a verdade é que gosto de escrever aqui certas coisas e mesmo recrutar algumas opiniões que não sejam vistas pelos meus amigos. Daí abrir a rubrica : Consultório Cerebral.

Pois bem, passo a desenvolver.
Tenho uma conhecida que namora com um conhecido. Ambos meus ex-colegas de trabalho. Aquela relação era péssima. Discussões e traições (dele), mas a menina, linda, mesmo muito bonita tipo "modelo" mas sem grande inteligência, apesar de andar na universidade, andava tipo cãozinho atrás das vontades dele.
Pois bem, o moço era e é um engatatão de primeira. Mensagens e facebooks para outras, estão a ver "o estilo".
Ela vária vezes foi-lhe ver o telemóvel.
E ia deixando passar.
Um dia passou-se e atirou-lhe isso à cara...
E o que faz ele?
Coloca uma password na pasta mensagens e chamadas.

... Pois. Que me dizem a isto? Não é ridículo? Viveriam com essa desconfiança ou aceitariam esta situação ?
De salientar que, mesmo burrinha, não me admirava que ela arranjasse o homem que quisesse.

9 comentários:

  1. Se ela era burra, era esperta.

    Tô seguindo... Se puderes passa no meu e segue, tem poemas, prosas poéticas, divulgação do meu romance... Tenho poemas e contos publicados e lancei meu primeiro romance pela Ed. Novo Século.
    http://leilakruger.blogspot.com

    Sinopse, primeiro capítulo e outras informações de "Reencontro", meu romance:
    www.leilakruger.com.br
    Obs.: Por enquanto tá em falta na Saraiva e na Siciliano, só em www.novoseculo.com.br. Mas logo o estoque vai estar reposto.

    Publicidade é chato, mas como se fazer conhecer sem anunciar, né? Vai que tu te interessas!

    Um ótimo resto de dia!

    Beijos!

    ResponderEliminar
  2. Querida Maria, lá no fundo, no fundo, afinal a menina não era tão burra, assim! Mas, só atura homens assim quem quer, verdade? ;)

    ResponderEliminar
  3. A verdade é que quando se ama ficamos tapadinhas para o mundo. Mas no caso desta colega, eu ja o tinha mandado pastar.

    ResponderEliminar
  4. Oh MAria e quantas burras há neste mundo?
    kis :=)

    ResponderEliminar
  5. Eu não conseguia. Sou desconfiada por natureza, então viver na desconfiança não é para mim. Nem nas amizades, quantos mais em namorados :S

    ResponderEliminar
  6. Isso é do piorio. Já é mau quando não confiamos em quem está ao nosso lado e temos necessidade de espreitar sms ou afins... já o fiz, numa relação anterior, e foi assim que descobri que era traída. Portanto, fiz eu muito bem em espreitar!

    Mas o homenzinho meter password... ah... isso é mesmo de quem tem o que esconder!

    ResponderEliminar
  7. Se ele pôs password eu nem sequer precisa de ver as mensagens para saber que tem algo a esconder!

    ResponderEliminar
  8. Tal como já disseram, se ele pôs password é porque tem realmente algo a esconder :s
    **

    ResponderEliminar
  9. Ainda há tantas assim, mas um dia elas acordam para a vida! Mas ás vezes demora....

    ResponderEliminar

Diga, diga, sou toda "ouvidos" !

Ocorreu um erro neste dispositivo

quem cá para...